E se Heroes, Anatomia de Grey, Dr. House ou CSI acabassem hoje?

A greve dos guionistas de Hollywood e do resto dos Estados Unidos ameaça suspender a partir de quinta-feira muitas filmagens em curso e deixar as televisões sem novos episódios das séries preferidas pelas audiências, assinalaram os organizadores do protesto.

As principais cadeias televisivas norte-americanas preparam a programação, com concursos ou repetições de episódios passados, para manterem as suas emissões sem as séries mais populares, para o caso de os guionistas não trabalharem na quinta-feira como previsto.

Recentemente, o presidente da cadeia CBS – que emite a série policial «CSI» – comprometeu-se a manter a programação e disse que a cadeia «não se vai apagar» por falta de guiões, informa a agência espanhola EFE.

Os guionistas querem receber uma proporção maior dos lucros que os estúdios conseguem através da venda das séries em DVD, uma prática cada vez mais frequente e que está a gerar lucros substanciais.

Os escritores também estão interessados em receber uma compensação maior pelas emissões das séries através da Internet, em computadores ou em telemóveis, uma opção que ganha cada vez maior número de adeptos.

O sindicato que organiza os guionistas, Corporação de Escritores da América, obteve a aprovação esmagadora de 90 por cento dos cinco mil associados que votaram recentemente um referendo sobre a luta em curso do que resultou a declaração da primeira greve do sector desde 1988.

O sindicato prevê reunir-se hoje com os produtores, representados pela Aliança dos Produtores de Imagem e Televisão, e um mediador para tentarem chegar a um acordo de última hora que possa evitar a greve.

No entanto, tudo indica que é quase impossível atingir-se tal acordo antes da meia-noite de quarta-feira, quando expira o actual contrato colectivo.

A 22 de Outubro, o presidente da organização dos produtores, Nicholas Counter, qualificou as reivindicações como «inalcançáveis» dada a difícil situação em que se encontram os seus associados.

«Necessitamos de ajuda perante os custos elevados, o défice crescente e as condições restritivas dos contratos. Em vez disso a Corporação de Escritores da América oferece-nos propostas inalcançáveis», disse Counter.

Uma das alternativas em estudo pelas produtoras é a de preencher a programação com «reality shows».

in Diário Digital

housepromoxc61heroes-poster100011039148468460-greys-anatomy-lifetime

Paguem aos homens, por favor! As cadeias televisivas/produtoras/estúdios tem lucros enormes com o sucesso das séries, em todos os formatos, desde a TV, à internet e DVD’s.

Se acabam com uma série mal ela começa a baixar nas audiências, também podem distribuir os ganhos quando ela tem sucesso, não?! Que façam contratos por objectivos…

E preencher a programação com «reality shows»?! Estes americanos têm mesmo solução para tudo…

Como se a "longa" espera de cada novo episódio de cada uma das séries fosse minimamente comparável com a dúbia (?) qualidade dos "Big Brothers"! ???:

Technorati : , , , , ,
Del.icio.us : , , , , ,
Ice Rocket : , , , , ,

Anúncios

3 comments

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s