Professor multado em 800 euros por ter batido em aluno, que o insultou

26 06 2008

A justiça francesa condenou a uma multa de 800 euros um profesor que deu uma bofetada a um aluno de 11 anos durante uma aula, após este o ter insultado.

José Laboureur, de 49 anos, é profesor de Tecnologia na escola Cilles-de-Chin na localidade de Berlaimont, no Norte de França.

Compareceu em tribunal acusado de violência agravada e enfrentava uma pena de máxima de cinco anos de prisão e 75 mil euros de multa.

O profesor esbofeteou, à frente de toda a turma, o aluno após uma discusão, durante a qual este chamou ao professor “parvalhão”.

Para o tribunal, “não se trata apenas de uma bofetada mas de uma cena de violência, onde está implícita a vontade de humilhar por parte do profesor”.

O aluno foi suspenso das aulas por três dias, logo após o incidente com o professor, tendo, entretanto, sido transferido para uma outra escola.

in Expresso

Não sou a favor de qualquer tipo de violência, mas estas leis que só promovem a indisciplina e o facilitismo nunca dará grandes resultados.

E não me lembro, nos meus tempos de escola, de qualquer “castigo” que tenha feito algum mal, bem antes pelo contrário!

Isto de os professores poderem ser insultados e/ou agredidos sem poderem reagir, para não serem processados, é dar uma “liberdade” aos alunos que eles não precisam!

Acho eu! 😐


Technorati : , , ,
Del.icio.us : , , ,
Ice Rocket : , , ,
Buzznet : , , ,

Adicionar artigo ao blinklist Adicionar aos Favoritos BlogBlogs Adicionar artigo ao Del.icio.us Adicionar artigo ao Digg! Adicionar artigo ao DiHitt Adicionar artigo ao Eu Curti Adicionar artigo ao Furl Adicionar esta noticia no Linkk Adicionar artigo ao Rec6 Adicionar artigo ao reddit Adicionar artigo ao Slashdot Adicionar site ao Stumble Adicionar aos Favoritos Technorati Sabedorize esta notcia no WebSapiens

Anúncios

Acções

Information

8 responses

26 06 2008
Eliete

O professor perdeu a cabeça, mas ele poderia ter encaminhado o aluno para a direção da escola castigá-lo, livrando assim de se expor.

26 06 2008
Beth Cruz

Como educador, sua atitude é inaceitável.
Abraço

26 06 2008
Luis

É sempre complicado tomar um lado nestas coisas. Por um lado há a necessidade de disciplinar o aluno, quando eu era pequeno toda a gente levava e ninguém se queixava. Mas pelo outro o professor perde a razão ao esbofetear o aluno. Há que arranjar soluções para melhor a disciplina nas escolas. Castigos punitórios por exemplo, limpar casas de banho, apanhar lixo e afins. Mas imagino que coisas dessas não sejam facilmente aceites facilmente por certos e determinados pais.

27 06 2008
blackmarrow

Ora aí está uma atitude sensata. Vamos lá condenar o professor por ter dado uma chapada no puto. Sim, porque é uma violência extrema uma bofetada na cara. Sim, porque até é perfeitamente normal um puto de 11 anos chamar o professor de parvalhão… E continuamos assim por muito tempo. Ah educação grega onde andas tu???????

27 06 2008
Marco Barreto

Eu já dei aulas e já fui aluno. Conheço muito bem os dois lados. Quando estudava levei com a régua e não morri nem fiquei traumatizado! Que estas situações não deviam acontecer, também concordo. Para isso os pais deveriam ter dado educação ao puto em casa! Garanto-vos que se um aluno tivesse uma atitude dessas comigo ia levar nas trombas também! Estas cenas só promovem o aparecimento da nova geração rasca, mais rasca que a anterior! Sim senhor, estamos no bom caminho…

27 06 2008
Baptista

Com isto acho que muitos mais alunos vão apanhar…
Uma chapada por 800 Euros, até parece pormoção…

Mas que eles merecem ás vezes merecem….

30 06 2008
Sarah

Eu não julgo esse professor porque sou professora e sei o quanto esses “anjinhos” provocam a gente diariamente. É errado bater no aluno? É; mas e a “vontade de humilhar” da parte do aluno, a qual também existiu ao insultá-lo? O moleque não deveria comparecer a um tribunal também?! Apenas porque é “criança”? Pra xingar não é criança, não é mesmo… ?!

4 06 2009
José Luiz Sarmento

Se eu fosse professor nessa escola, organizava uma subscrição par reunir os 800 euros: deste modo mostrava ao tribunal o que pensava da sua decisão, exprimia solidariedade para com o colega e esvaziava o castigo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: