Estão as redes sociais a mudar o nosso cérebro?

26 02 2009

O Facebook e o Twitter estão a mudar a forma como pensamos. Ao que parece, literalmente. Uma prestigiada neurologista britânica diz que os efeitos culturais e psicológicos das relações online vão mudar o cérebro das próximas gerações: menos capacidade de concentração, mais egoísmo e dificuldade de simpatizar com os outros e uma identidade mais frágil são algumas das consequências que Susan Greenfield antecipa.

O alerta da especialista surge na mesma semana em que foi divulgado que Portugal é o terceiro país europeu que mais utiliza as redes sociais na Internet – de acordo com a Marktest, só em Março passado, os portugueses dedicaram quatro milhões de horas a estes sites. “Uma geração que cresce com novas tecnologias e num ambiente cultural diverso vai ser naturalmente diferente: da forma como processa os pensamentos, à moral e comportamentos”, concorda o neurologista Lopes Lima. No entanto, será uma geração mais adaptada às circunstâncias actuais – “faz parte da evolução humana”, diz.

Também o psiquiatra Álvaro de Carvalho considera que é inevitável que esta adesão às redes sociais e ás novas formas de comunicar “induza uma forma de funcionamento mental diferente: que tem aspectos negativos, mas também positivos.”. Na Câmara dos Lordes inglesa, Susan Greenfield salientou os negativos: a directora do reputado Royal Institution of Great Britain acredita que a exposição das crianças à rapidez da comunicação pode acostumar o cérebro a trabalhar em escalas de tempo muito curtas e aumentar as distúrbios de défices de atenção. Além disso, salienta a preferência pelas recompensas imediatas, ligada às áreas do cérebro que também estão envolvidas na dependência de drogas.

“Há o risco de não valorizar aspectos da vida que não são atractivos no imediato, enquanto se vai mais atrás do prazer rápido”, concorda Álvaro de Carvalho. “Nas crianças, aquilo que é óbvio é que as novas formas de comunicação, menos presenciais, criam um modelo de interacção menos humanizado, muito menos rico a nível emocional, já que a capacidade de sentir o outro é limitada”, diz o psiquiatra.

Ou seja, a capacidade de desenvolver empatia pelos outros também pode ser afectada. Esta mudança preocupa o neuropsicólogo Manuel Domingos. “Há pessoas que privilegiam a conversa atrás do teclado, onde podem ficar escondidas”, diz. Por isso, apesar de aparentemente facilitar a comunicação, acaba por a simplificar de mais, argumenta.

Para Álvaro de Carvalho, neste momento, ainda estamos a assistir à implementação de um novo modelo e por isso há muita especulação. “Há mais perguntas que respostas”, reconhece o psiquiatra.

in DN Online

Nada disto é propriamente novidade, mas que se pode tornar (ou já se tornou?!🙄 ) uma ‘epidemia’ das sociedade modernas, isso é preocupante!😯

Ler também:


Technorati : , , , , ,
Del.icio.us : , , , , ,
Ice Rocket : , , , , ,
Flickr : , , , , ,
43 Things : , , , , ,

Adicionar artigo ao blinklist Adicionar ao Ueba Adicionar aos Favoritos BlogBlogs Adicionar artigo ao Del.icio.us Adicionar artigo ao Digg! Adicionar artigo ao DiHitt Adicionar artigo ao Eu Curti Adicionar artigo ao Furl Adicionar esta noticia no Linkk Envie este link para linkTo! Adicionar artigo ao Rec6 Adicionar artigo ao reddit Adicionar artigo ao Slashdot Adicionar site ao Stumble Adicionar aos Favoritos Technorati Adicionar ao Ueba Sabedorize esta notícia no WebSapiens Adicionar artigo ao Windows Live Adicionar ao Yahoo!

Quer ter estes botões no seu site? Acesse


Ações

Information

10 responses

26 02 2009
Zar

Cada vez mais as redes sociais tão se a tornar uma “epidemia”.
E sinceramente acho triste, que as pessoas só reparem no perigo do vicio das redes sociais; só quando aparece alguem que tenha feito um estudo e tenha “notado isso”… -_-
Não me admirava nada que num futuro proximo sejamos considerados estranhos por termos o habito de sairmos para ir beber um cafe. Estar numa esplanada e beber uns copos e ver quem passa…

28 02 2009
Anna

”faz parte da evolução humana”
Isso explica tudo. ;]
Se faz parte da evolução,não temos nada a fazer pra tentar evitar (ou temos?).

Muito interessante o texto.

1 03 2009
paranoiasnfm

Eu concordo com isto…
Está cada vez pior.
As pessoas passam a estudar em frente aos PCs (ou pelo menos, tentam – alguns conseguem)… mas é todo um processo que causa distracção e outras coisas mais graves.

É o lado mau das tecnologias.😕

2 03 2009
phramxiskho

acho que não vou ser assassinado por alguem numa balada virtual. e meus amigos que desgostarem de mim, simplesmente vão sumir sem alarde nem cenas ridiculas. estou aprovando o novo modelo.

3 03 2009
Bala Salgada

É bem preocupante mesmo, uma pesquisa parecida mostrou que o Msn diminui o contato dos jovens com o mundo real, nas agiliza outras capacidades como a da tomada de decisão e raciocínio.
Tudo que é excessivo é ruim, talvez se usado com moderação as redes sociais não causem tantos danos.

4 03 2009
Street Doll

Já se notam as mudanças, claramente!

9 03 2009
Extremistas recrutam na Internet « Xicórias & Xicorações

[…] Estão as redes sociais a mudar o nosso cérebro? […]

17 03 2009
Declínio mental começa aos 27 anos « Xicórias & Xicorações

[…] Estão as redes sociais a mudar o nosso cérebro? […]

26 03 2009
Twitter e Wikipedia na escola primária « Xicórias & Xicorações

[…] Estão as redes sociais a mudar o nosso cérebro? […]

16 10 2009
Jack!

Muito interessante a pesquisa! Mas aí vem a consciência dos usuários dos sites de relacionamento. Será que sabemos ao certo limitar o virtual do real? É inegável a rapidez e as facilidades trazidas pela internet em geral, mas é interessante dosar o uso e perceber que as relações reais nunca deixarão de ser importantes e necessárias, afinal, ninguém deixará de ser humano. Ou deixará?!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: