Mês: Fevereiro 2011

Pai egípcio dá o nome de «Facebook» à filha

Gamal Ibrahim, um pai egípcio com pouco mais de 20 anos, escolheu o nome «Facebook» para sua filha recém-nascida, escreve a CNN no seu site. De acordo com a mesma notícia, a ideia é homenagear o papel da rede social na revolução que começou a 25 de Janeiro no seu país e terminou com o afastamento do poder do presidente Hosni Mubarak.

Em declarações ao jornal egípcio «Al-Ahram», Gamal Ibrahim explica que «é uma forma de expressar a sua alegria pelas conquistas dos jovens no país».

Recorde-se que, tanto na Tunísia como no Egipto, as redes sociais desempenharam um papel muito importante na organização dos protestos por parte da população mais jovens.

in TVI24

Até se compreende… 🙂

Rapaz de 8 anos gastou 1400 dólares em jogo dos Estrumpfes

O Smurfs’ Village está a abalar o orçamento de muitas famílias nos Estados Unidos.

Um número crescente de pais norte-americanos estão a queixar-se de micro-transacções feitas pelos filhos, sem autorização prévia, em Smurfs´Village, jogo iPhone da Capcom.

Tudo indica que o consumismo dos mais pequenos ocorre durante os quinze minutos que a password do iTunes se mantém activa após uma compra.

De acordo com o Washing Post, um rapaz de 8 anos gastou algo como 1400 dólares em bagas, um dos itens virtuais que pode ser adquirido em várias quantidades. O preço destas vai de 3,99 euros a 79,99.

Correm rumores de que a Apple já se tinha queixado à Capcom Mobile, mas a produtora acaba de desmentir, garantindo que tudo está bem entre as empresas.

Apesar de desconhecer quaisquer planos nesse sentido, a Capcom mostra-se favorável a mudanças no iTunes que permitam evitar situações como as verificadas com o jogo dos Estrumpfes.

in GameOver

http://www.smurfgame.com/

Oooops! 🙂

“Receita” da Coca-cola é revelada e tem coentros

A “receita” secreta da bebida mais famosa do mundo foi revelada. Para fazer um litro de Coca-cola basta ter ingredientes como extracto líquido de folha de coca, óleo de noz-moscada e néroli. Os coentros também são necessários para produzir o sabor 7X que entra na composição do xarope que dá o toque especial à bebida.

A descoberta foi feita pelo This American Life, um programa de rádio semanal de uma hora, que é transmitido pela Chicago Public Radio, e que encontrou a fotografia da receita na edição de 18 de Fevereiro de 1979 do jornal “Atlanta Journal Constitution”, em Atlanta, a cidade de John Stith Pemberton, o homem que inventou a fórmula da bebida em 1885.

Pemberton era farmacêutico e voltou da Guerra Civil viciado em morfina. Para tentar resolver o seu vício fabricou uma bebida alcoólica que tinha coca nos seus ingredientes chamada Pemberton’s French Wine Coca. Mais tarde, devido às pressões contra as bebidas alcoólicas, o químico refez a receita sem álcool, mas manteve a coca na sua composição. Nasceu assim a Coca-cola.

O artigo sobre a Coca-cola da edição de 1979 do jornal de Atlanta recebeu pouca atenção na altura, mas os produtores do programa da rádio, explica a revista “Time”, dizem que ninguém se apercebeu que a fotografia que ilustrava o artigo continha a receita. Segundo a rádio, a receita foi passada à mão, a partir da original de Pemberton, por um amigo do farmacêutico, e estava escrita num livro com receitas de produtos medicinais e unguentos, com uma capa de couro, que foi copiada por amigos e família durante gerações.

A versão actual da Coca-cola continua a conter extracto de folhas de coca, mas já sem a componente activa da planta.

A receita:

Extracto líquido de folha de coca: 11,07 mililitros (mL)
Ácido cítrico: 90 mL
Cafeína: 30mL
Açúcar: 30 (medida desconhecida)
Água: 9,46 L
Sumo de lima: 0,946 L
Baunilha: 28,35 gramas
Caramelo: 42,525 gramas (a quantidade pode ser maior para dar cor)

O sabor secreto 7X (usa-se 60mL do sabor 7X por 18,927L de xarope)

Álcool: 240 mL
Óleo de laranja: 20 gotas
Óleo de limão: 30 gotas
Óleo de noz-moscada: 10 gotas
Coentros: 5 gotas
Néroli (extracto de flor de um citrino “parente” da laranja): 10 gotas
Canela: 10 gotas

in Público

Coentros?!?!

Então deve ser por isso que eu nunca gostei muito de Coca-Cola… 😉