Mês: Junho 2013

Comer catotas do nariz é benéfico para a saúde, garante investigador

Scott Napper, investigador da Universidade de Saskatchewan, localizada no Canadá, assegura que o nariz guarda um bom trunfo para o sistema imunitário: os macacos. Os germes que se alojam no nariz podem servir de vacina natural”, diz o bioquímico.

Segundo assegura um investigador bioquímico e professor canadiano, os macacos que se alojam no nariz podem trazer benefícios para a saúde das crianças, uma vez que aquele ‘alimento’ guarda diversos germes, que provocam uma reação positiva no sistema imunitário, reforçando-o.

Comê-los traz benefícios para a saúde das crianças, uma vez que aquele ‘alimento’ contém germes, responsáveis por uma reação positiva no sistema imunitário, reforçando-o.

Apesar de polémico e suscitar reservas, o estudo está bem fundamentado. “Os germes que se alojam no nariz podem tornar o sistema imunitário mais forte e servir de vacina natural”, alerta o bioquímico Scott Napper.

É garantido que a exposição das crianças aos germes do muco nasal é uma forma eficaz de reforçar o sistema imunitário. Desse modo, repreender as crianças por este hábito pouco higiénico e mal acolhido pode ser uma má decisão dos pais…

in PTJornal.com

Há por aí pessoal com muita saúde!! 😀

 

Cidade espanhola envia dejetos de cães para casa dos donos

Uma cidade espanhola encontrou uma forma invulgar de manter as ruas limpas dos dejetos dos cães. Os donos dos animais receberam nas suas casas uma caixa com os dejetos, marcados como “objeto perdido”.

http://www.jn.pt/Storage/JN/2013/big/ng2589579.jpg

O concelho de Brunete, uma pequena cidade perto de Madrid, lançou, recentemente, uma campanha para dar uma lição a alguns donos irresponsáveis.

Durante uma semana, foram reunidos cerca de 20 voluntários que patrulharam a cidade à procura de donos que não recolhiam os dejetos dos seus animais.

Ao tentar conversar com as pessoas, os voluntários descobriam o nome e a raça dos animais para aceder à base de dados de animais de estimação registados na Câmara Municipal.

Os dejetos foram colocados numa caixa onde se podia ler “objeto perdido” e eram enviados para as residências dos donos.

 

No total, foram enviadas 147 caixas e registou-se uma queda de 70% na quantidade de dejetos encontrados nas ruas.

in JN

Aqui está uma boa ideia!
Acho que devia ser implementada por cá!! 🙂

“Chulé” usado como arma contra mosquito da malária

Um estudo britânico conclui que o mosquito da malária sente uma atração pelo cheiro a chulé. O mau cheiro dos pés pode, assim, vir a ser usado como uma arma para combater a doença que mata mais de 600 mil pessoas por ano em todo o mundo.

via Boas Notícias – “Chulé” usado como arma contra mosquito da malária.

Chulé: arma contra a malária

Se funcionar, parece-me bem!! 😀